Esses dias acabei mergulhando muito no mundo dos documentários (coisas que acontecem na quarentena) e acabei descobrindo por acaso no catálogo da Netflix dois super relatos sobre a história da Princesa Diana, a famosa Lady Di.

Eu já era super fã da Diana devido ao seu super senso e relação de moda, mas como eu não fui de sua época, ainda não conhecia a fundo sua história de vida e achei interessante mergulhar no histórico dessa personalidade.

Para quem não sabe ou nunca ouviu falar, Diana Frances Spencer, mais conhecida como Diana, Princesa de Gales, ou Lady Di, foi uma personalidade importante e extremamente influente dos anos 80 e 90. Ela foi nada mais e nada menos que 1° esposa de Príncipe Charles da monarquia Britânica, filho da Rainha Elizabeth e mãe dos herdeiros ao trono Príncipe Willian, Duque de Cambridge (esposo de Kate Middleton) e Príncipe Harry, Duque de Sussex (esposo de Megan Markle).

Monacarca, aristocrata e filantrópica, Diana simplesmente sacudiu o mundo daquela época com sua história, ações e estilo. 

TETBURY, UNITED KINGDOM – JULY 18: Princess Diana Resting Her Head In Her Hands Whilst Sitting On The Steps Of Her Home At Highgrove, Gloucestershire. (Photo by Tim Graham/Getty Images)

Eu não sei você, mas eu sou do tipo de pessoa que não sai por aí pesquisando a vida inteira de uma personalidade, celebridade, banda, entre outros que eu particularmente acho interessante. Simplesmente gosto e pronto. Igual criança quando acha um amigo novo? Uma criança não conhece um amigo por que sabe da história daquela outra criança, só gosta dela e pronto. Simples assim. Então, eu gostava da Diana, mas não conhecia a história dela e não sabia de tudo isso que sei agora, até ver os documentários.

Confira quais foram minhas escolhas e conclusões acerca do assunto:

1 – Em suas próprias palavras

https://simplesformidavel.com/wp-content/uploads/2020/07/Disponível-na.png

O primeiro documentário que abri logo de cara é um relato da história dela, narrado e descrito por ela mesma. O título é gentilmente atribuído como “Diana – Em suas próprias palavras” o que eu achei fantástico! Sou feminista e amo ver o relato de vida pela perspectiva das mulheres, acho importante termos voz para contarmos a nossa própria história e é lógico que esse título me chamou a atenção.

Me surpreendi logo de cara pela narração. O documentário todo é em volta de uma entrevista gravada secretamente a pedido da própria Diana com a participação de um amigo. Nesta gravação ela traz relatos importantes e grandes revelações de sua vida que até então, não tinha sido e nem podiam ser revelados pois causariam uma verdadeira polêmica para a família real.

Neste documentário, Diana conta de tudo, desde como foi sua infância sofrida, até os momentos finais de seu casamento real e vida como princesa. O filme é intercalado com cenas e fotos dos períodos, contextualizando os acontecimentos. 

Para mim, foi um documentário que mexeu muito comigo, porque eu realmente me coloquei no lugar dela e toda sua narrativa de vida é muito triste. Ao contrário do que a mídia dos anos 80 e 90 acreditava, Diana não era feliz por ser princesa e não viveu um conto de fadas como muitos acreditavam. Muito pelo contrário, ela viveu uma vida infeliz e sozinha, mesmo estando cercada por muita gente. 

Tentou várias vezes suicídio inclusive quando estava grávida, sofreu com uma crise de quase 3 anos de bulimia, machucava a si mesma tentando se adaptar a vida pública sentindo se impotente e despreparada, uma mídia ferrenha não a deixava em paz e o caso secreto de seu marido Príncipe Charles com Camila Parker Bowles (atual esposa do príncipe e agora Duquesa da Cornuália) que a arrasou por anos. Sua história traz uma visão interessante de como as aparências não traduz a realidade no mundo da realeza.

Assistindo, pude imaginar o que ela deve ter passado e suportado em sua vida, pois é muito fácil comparar com a vida de outras mulheres, seja daquele tempo quanto do tempo atual. Pois, problemas de relacionamentos, falta de compreensão e depressão ainda são assuntos bem atuais. Recomendo assistir e se surpreender. Quando Diana realizou estas gravações, seu casamente tinha recém terminado e ela não estava bem e dá para perceber em sua narração o quanto tudo a havia afetado. 

O interessante deste documentário é a história por trás destes áudios gravados. Enquanto Diana ainda era viva, foi realizada a publicação de um Livro como sendo a biografia da princesa “Diana – Her true history” (Diana – Sua verdadeira história) contando fatos nunca antes revelados. O autor do livro foi Andrew Morton onde na época, não revelou a fonte das informações trazendo assim uma grande dor de cabeça para a família real, que negou envolvimento e a veracidade das informações.

Diana infelizmente morreu em 30 de Agosto de 1997 após um acidente de carro enquanto era perseguida por paparazzis. Após sua morte, Andrew Morton relançou o livro e trouxe a público a real fonte das informações e o envolvimento da princesa no desenvolvimento do livro. A publicação hoje é a única biografia escrita com a colaboração da princesa e o mais próximo possível de uma autobiografia que a trágica história de Diana a permitiu escrever.

Por causa deste documentário fiquei encantada ainda mais com Diana e com sua história devida, me fez querer comprar o livro e me aprofundar um pouco mais em sua história.

2 – A história de Diana

https://simplesformidavel.com/wp-content/uploads/2020/07/Disponível-na-1.png

O segundo documentário assisti justamente por causa desta vontade que surgiu em mim. Também disponível na Netflix o documentário The story of Diana (A história de Diana) é dividido em dois episódios e também conta sua história, porém por outro ângulo e visão igualmente surpreendentes.

Esta mini série de apenas 2 ep. traz relatos de pessoas que viveram próximas a princesa e fizeram de certa forma parte de sua vida, uma destas pessoas por exemplo é seu irmão Charles Spencer, sua amiga, mordomos, colegas de trabalho e etc. Mas também traz relatos de pessoas fora dela, como jornalistas, ex-paparazzis e personalidades que atuaram na mídia nos anos do fenômeno Diana.

Com cenas exclusivas e informações surpreendentes os episódios contam sobre quem era Diana como pessoa, porque se tornou tão cobiçada pela mídia, como quebrou os padrões da tradicional família real britânica e como se tornou uma verdadeira inspiração ultrapassando assim gerações. Também conta sobre como ficou a monarquia a pós a sua morte e como os filhos hoje, seguem os passos da mãe, provando como o seu legado se manteve forte mesmo após 20 anos de sua morte. Este me fez admirar mais ainda Diana como uma pessoa de personalidade, ideais fortes e de extrema classe. Uma verdadeira visionária e divisora de águas. 

Para mim, este foi igualmente revelador em relação ao primeiro documentário, pois traz informações complementares sobre sua história e principalmente sobre sua relação com a mídia, pois, não tem como falar de Diana sem falar da mídia. 

Os longas trazem filmagens e fotos inéditas com depoimentos incríveis. Super recomendo e vale a pena conferir ambos para tirar suas próprias conclusões e entender quem realmente foi Diana.

Em breve pretendo trazer um outro artigo sobre esta pessoa incrível que foi a Princesa Diana, porém focando em uma análise sobre seu estilo pessoal e relação no mundo da moda. Os looks de Diana não eram somente lindos, eles influenciaram e ainda influencia diversas tendências atuais. O que acha? Interessante né? Mas isso fica para outra conversa…

Gostou do artigo? Já havia assistido estas indicações? Também é fã de Lady Di e de sua história na família real britânica?  Comente! – Um beijo e até a próxima!

Compartilhe!